Rádio JOVEM PAN

104.1. Jovem Pan Manaus

Ouvir

PQP

Professor de inglês usa "escala Anitta" para avaliar provas de alunos

por Estadão Conteúdo, . - Atualizado em

A cantora está com cada vez mais moral entre o público

A cantora está com cada vez mais moral entre o público

Fonte: Reprodução/ Instagram

Após Gretchen ter sido usada pala ilustrar notas de alunos em provas, um professor do Rio Grande do Sul também resolveu levar elementos da cultura pop para a sala de aula. Mak Keiber, de Santo Ângelo, dá aulas de inglês na escola de idiomas Kingsway KNN e criou uma "escala Anitta" para dar notas aos alunos.

"Eu sempre fui da área artística, eu trabalho como DJ, já trabalhei com produção de festas e eventos, canto, componho, ou seja, eu sempre fui da área artística. Esse lance de ser professor acabou aparecendo como uma oportunidade à parte disso, então eu sempre busco trazer um pouco da área artística para dentro do que eu faço como professor", contou Mak ao E+.

Na escala, Larissa, nome real da cantora, diz respeito à artista antes da fama e classifica notas de 1 a 4. Já a fase MC Anitta classifica as notas de 5 a 7, enquanto Anitta é usada para os alunos que tirarem entre 7 e 8. As provas de notas 9 e 10 são avaliadas com uma imagem de Anira, maneira como o nome da cantora é falado nos Estados Unidos. Cada um dos selos tem uma mensagem positiva para os alunos, incentivando o esforço e otimismo. 

O professor conta que usou a ideia da Anitta com várias classes, mas a ideia foi pensada especialmente para uma turma. "Essa turma em especial eu havia começado a dar aula depois, eles tiveram mais dificuldade e eu queria encontrar uma maneira de motivá-los usando algo que eles gostam, que eles se identificam. Foi a partir disso que surgiu a escala Anitta, foi uma forma bacana de motivar os alunos e de mostrar que um professor também pode estar integrado no mundo deles", explica.

Além de levar elementos com que os estudantes se identificassem, a escala também teve outra função: a de mostrar que todos podem conquistar seus objetivos. "Eu quis mostrar que qualquer um pode ser excelente em qualquer área. No caso, eu trouxe a Anitta, mas eu quis mostrar que uma pessoa comum pode se tornar grande, pode conquistar o mundo. Eu falo que eles podem fazer isso tanto com o inglês quanto em qualquer outra área da vida", diz Mak.

O professor compartilhou sua forma de avaliação em seu Facebook e está fazendo sucesso: já são mais de 3 mil compartilhamentos e 3.800 curtidas. Nos comentários, muitos parabenizaram a atitude do profissional. "Na internet, o que eu mais gostei foi todo mundo elogiando que o objetivo da escala não é mostrar que o aluno é fraco, ruim, pelo contrário, é para mostrar que ele está começando, que ele tem potencial, que ele vai melhorar muito mais e que vai conseguir chegar lá. A Anitta está aí para provar isso para todos", explica. Na sala de aula, a reação dos alunos também foi positiva. "Tem sido muito positivo e não recebi nenhum comentário negativo dos alunos", garante.

Usar elementos da cultura pop e artistas em suas aulas é algo rotineiro, garante Mak: "Por exemplo, quando os alunos têm que aprender a descrever pessoas, cada um ganha um artista e deve 'ser' aquele artista. Ele tem que se descrever até o colega acertar quem é. Eu sempre misturo, um menino pega o cartão da Beyoncé, uma menina ganha o cartão do Silvio Santos, não tem distinção, e eles gostam muito disso. É muito importante trabalhar essa questão do respeito e diversidade, e aqui na escola onde dou aula, vejo que tem bastante efeito ser trabalhado dessa forma, porque pegamos os elementos do universo deles para trabalhar uma coisa que eles nem percebem que estava sendo tratada tão a fundo na questão humana, então acaba não sendo só um ensino de linguagens, é um aprendizado para a vida", finaliza.


Tags da Pan

Comentários